domingo, 8 de novembro de 2009

LINDA ESSA IGREJA EM RIO CASCA


Em 1826, Francisco Ferreira Maciel Laia, aventureiro em busca de terras, embrenha-se pela densa mata as margens do rio Casca. Dessa maneira, apossou-se de enorme área, onde hoje se localiza a fazenda de Fidelidade. Em 1836, a fazenda foi vendida a Ângelo Vieira de Souza e, naquele mesmo ano, o povoado se iniciou em seus terrenos.

Em 1858, o arraial de Conceição do Casca foi elevado à freguesia com o nome de Nossa Senhora da Conceição da Casca. O município foi criado em 1911 e instalado um ano depois.

A vila foi fundada pelo bandeirante Furriel Angelo Vieira de Souza. O município foi criado em 30 de agosto de 1911, através da lei 556. Os pioneiros habitantes chegaram à região no princípio do século XIX. Banhada pelo rio casca, que nasce na serra das Aranhas e forma várias cachoeiras em seu percurso, tinha suas terras cobertas de floresta, onde havia em quantidade árvores como o jacarandá, peroba, braúna, cedro e jequitibás centenários. A extração de madeira se constituiu, no princípio, a principal atividade econômica, o que durou até a sua extinção. Em 1929, a cidade tinha uma população de 3.000 pessoas, iluminada com luz elétrica, sendo a Estrada de Ferro Leopoldina seu único acesso aos grandes centros, até o aparecimento das rodovias por volta de meados 1950. Atualmente o município tem na indústria do leite sua principal atividade, produzindo também arroz, feijão, milho e cana, além de avicultura e pequenas indústrias de transformação. Sua população é de 15.244 pessoas.


Geografia

O município de Rio Casca é caracterizado, geomorfologicamente, como mares de morros, sendo estes plano-ondulados.

A vegetação é gramínea em sua área circunvizinha.

O clima é do tipo Cwa - clima mesotérmico com chuvas concentradas no verão e invernos secos. Sofre o efeito de continentalidade, conferindo-lhe temperaturas mais altas que a costa que sofre o efeito de maritimidade. Ocupação desordenada e inadequada das margens do rio que corta a cidade, permite extravasamento de seu leito natural gerando enchentes nos períodos chuvosos que se caracterizam por alta pluviosidade. O relevo acentuado permite concentração dos volumes de precipitação, resultando em aumento do volume das águas fluviais.

FONTE: WIKIPEDIA
FOTO: LURDINHA NEVES

6 comentários:

Gilberto Queiroz disse...

Bom dia minha amiga...
É sempre bom resgatar as origens e belas conquistas com esta.
Ja estou lhe seguindo....
Gilberto Queiroz

Edvalter disse...

LINDO ESSE TEMPLO. ÓTIMA FOTO LU. BJS.

Camila disse...

Linda, linda essa igreja!!!

Beijos

planetadablogueira.com disse...

Adorei seu blog e estou seguindo... desejo sucesso! Beijão

LL disse...

Lurdinha,

Gostaria que esta Época Natalícia fosse marcada pela Paz e Saúde, no seio da tua família e no Mundo. Desejo que em 2010 a humanidade possa tomar consciência, de que o nosso Planeta precisa de ajuda para superar a Fome, a Guerra, a Desigualdade, a Flora e a Fauna.

Feliz Natal e um Próspero Ano Novo!

Beijos
Luísa

maximumforma disse...

Meu eu blog é espetacular, show, notº10 desejo muito sucesso em sua caminhada e objetivo no seu Hiper blog e que DEUS ilumine seus caminhos e da sua família
Um grande abraço e tudo de bom
Ass:Rodrigo

Postar um comentário

SUA VISITA É IMPORTANTE SEU COMENTÁRIO UM PRÊMIO!

Related Posts with Thumbnails